Assista ao vídeo do acidente fatal do piloto inglês Dan Wheldon

Assista ao vídeo do acidente fatal do piloto inglês Dan Wheldon

O incidente ocorreu na 13ª volta da pista oval, quando seu carro voou por cima de outro

Após grave acidente que paralisou etapa de encerramento da Fórmula Indy, em Las Vegas, o piloto inglês Dan Wheldon, 33 anos, da Bryan Herta Autosport, não resistiu e morreu ainda no hospital. O incidente ocorreu na 13ª volta da pista oval, quando seu carro voou por cima de outro e entrou em chamas, e envolveu 15 carros que competiam.

Atual campeão das 500 milhas de Indianápolis - ele também venceu em 2005 -, Wheldon estava na disputa pelo prêmio de US$ 5 milhões (R$ 8,6 milhões) na corrida de Las Vegas, mas foi surpreendido pelo acidente, não sobreviveu e acabou como o corredor mais prejudicado pelo grave choque entre os veículos. Um helicóptero pousou no autódromo e levou Wheldon para ser atendido às pressas no University Medical Center, mas sua morte foi confirmada após cerca de 1 hora.

O último acidente fatal na Fórmula Indy havia sido com o americano Paul Dana, no autódromo de Miami, em 2006. Dan Wheldon nasceu em Emberton, na Inglaterra, e começou a andar de kart quando tinha apenas quatro anos de idade por influência de seu pai. Ele disputou os rankings juniors durante seus anos de escola e, em 1999, foi para os Estados Unidos, onde disputou outras modalidades de automobilismo.

Chegou à Indy em 2002 com a equipe Panther Racing, quando tinha como colega Sam Hornish Jr, e não demorou para chegar à Andretti Green Racing no ano seguinte, equipe que lhe ajudou a vencer o prêmio de Novato do Ano. Venceu sua primeira corrida em 2004, no Japão, e terminou a temporada como vice-campeão atrás de Tony Kanaan. Venceu as 500 milhas de Indianápolis em 2005 - o primeiro triunfo de um inglês desde Graham Hill, em 1966 - e sagrou-se campeão da categoria no mesmo ano, com seis vitórias na temporada.

Acabou na equipe Chip Ganassi Racing, em 2006, e faturou as 24 horas de Daytona, mas não ganhou o bicampeonato por pouco: empatou no número de pontos com Hornish, com 475, mas perdeu no critério de desempate - o número de vitórias -, e ficou com o vice. Em 2008, o atleta venceu sua 15ª vitória na Indy ao vencer em Iowa, e doou seu prêmio para ajudar as vítimas de tornados e inundações ocorridas na localidade.

Contudo, foi substituído por Dario Franchiti na Ganassi e ingressou na Panther Racing, escuderia em que conquistou o segundo lugar nas 500 milhas de Indianápolis de 2009 - conquistou a mesma posição em 2010. Na atual temporada, já na Bryan Herta Autosport, Wheldon voltou a vencer em Indianápolis em uma corrida emocionante, disputada até o fim com J.R. Hildebrand e Charlie Kimball, tornando-se o único piloto da história da prova a triunfar tendo liderado em apenas uma única volta.

O piloto ficou extremamente emocionado com a conquista, principalmente porque descobriu na época que sua mãe foi diagnosticada com Alzheimer. Casado com Susie Behm desde 2008, com quem vivia na Flórida, o piloto deixa dois filhos. Sebastian, 2 anos, e Oliver, que nasceu no último dia 19 de março.

 

Assista ao vídeo do acidente abaixo

Fonte: Terra