Polícia francesa faz devassa em escritório de revista que vazou fotos de Kate de topless

Polícia francesa faz devassa em escritório de revista que vazou fotos de Kate de topless

A polícia quer apurar quem foi o fotógrafo que tirou as fotos.

A polícia francesa invadiu a sede da revista francesa que publicou fotos de topless da duquesa de Cambridge. Oficiais chegaram ao edifício em Paris com os detetives confirmando que estavam à procura de informações ", que poderiam levar à identidade" do paparazzi responsável pelas fotos.

A investigação foi lançada pelo Ministério Público na capital francesa na segunda-feira depois que o casal ganhou uma liminar impedindo a distribuição das imagens.

Referindo-se ao ataque de hoje, uma fonte da polícia disse: "O objetivo é aproveitar todas as informações que possam levar à identidade do fotógrafo.

Fontes jornalísticas - que incluem fotógrafos - estão estritamente protegidas pela lei francesa, que foi reforçada recentemente, há dois anos.

A lei de 02 de janeiro de 2010 protege a confidencialidade das fontes, assim como inúmeras decisões do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.



RETORNO

O príncipe William e sua mulher, Kate, voltaram a Londres nesta quarta-feira (19) após uma viagem pelo Pacífico, concluída em Tuvalu, na Polinésia, em meio à agitação pela publicação de fotos da duquesa de topless.

O casal partiu de Funafuti, principal atol do arquipélago, horas após um tribunal de Nanterre, na região de Paris, condenar a revista francesa Closer por publicar fotos tiradas no sul da França de Kate fazendo topless.

"O duque e a duquesa de Cambridge saúdam a decisão" da Justiça francesa, informou a assessoria do casal em um breve comunicado.

A Closer alega que as fotos de Kate Middleton "não têm nada de chocante, pois mostram uma jovem que se bronzeia com o busto nu como se vê aos milhares nas praias".

O futuro rei da Inglaterra e sua mulher, que passaram nove dias no Pacífico representando a rainha Elizabeth II nas celebrações de seu jubileu de diamante (60 anos de reinado), se despediram de Tuvalu com um banquete à base de porco, lagosta, caranguejo e frutas locais.

Vestido com a tradicional camisa polinésia "titi saka", o príncipe dançou ao lado de Kate, sorridente e com um vistoso colar de flores.

Antes de embarcar, o casal recebeu presentes das autoridades de Tuvalu, país membro da Commonwealth, cujo chefe de Estado é a rainha Elizabeth II.

Fonte: Daily Mail