Polícia prende babá acusada de matar crianças em Nova York

Polícia prende babá acusada de matar crianças em Nova York

A mulher, dominicana radicada nos EUA, foi presa no hospital Presbiteriano de Nova York, onde estava internada desde os assassinatos

A polícia nova-iorquina prendeu neste sábado (3) uma babá acusada do assassinato de duas crianças no mês passado em um apartamento de luxo em Manhattan. Para a polícia, a babá, Yoselyn Ortega, matou os irmãos Lucia e Leo Krim, de 6 anos e 2 anos de idade.

A mulher, dominicana radicada nos EUA, foi presa no hospital Presbiteriano de Nova York, onde estava internada desde os assassinatos, em 25 de outubro, após ferir a si mesma. Yoselyn despertou de um coma nesta sexta-feira (2) e, segundo reportagem do jornal ?The New York Times?, para o qual deu entrevista, chegou a reclamar da sua situação no trabalho.

?Me pagam para que eu cuide das crianças, não para limpar a casa e fazer as tarefas do lar", disse Yoselyn Ortega à publicação.

Em 25 de outubro, as crianças foram encontradas pela mãe, Marina Krim, mortas na banheira da residência onde viviam com os pais na região do Upper West Side, próximo ao Central Park, em Nova York (EUA). As vítimas foram mortas a facadas. A terceira filha do casal, de 3 anos de idasde, escapou ilesa porque não estava em casa no momento do crime.

Ao despertar do coma, a dominicana perguntou à polícia sobre sua família, embora não tenha feito nenhum questionamento com relação às crianças. A acusada foi sedada antes que pudesse ser interrogada pelos agentes de segurança. A babá, de 50 anos, foi formalmente acusada de dois crimes de homicídio em primeiro grau.

Crime causou comoção

O crime causou grande comoção no luxuoso bairro de Upper West Side, local onde fica o imóvel da família Krim.

Quando Marina Krim, esposa de um executivo da rede de televisão "CNBC", retornou à sua residência, encontrou o apartamento escuro e desceu para perguntar ao porteiro se a babá e os filhos tinham saído. Com a resposta negativa, Marina voltou ao imóvel, inspecionou os quartos e finalmente encontrou, além dos corpos de seus filhos, a babá inconsciente, também caída no banheiro.

Os vizinhos escutaram gritos da mãe e avisaram a polícia, que chegou ao local para prender Yoselyn. A babá tinha uma relação bem próxima com a família, segundo o blog que a mãe das crianças mantinha.

"Passamos nove dias na República Dominicana. A metade do tempo passamos na casa das irmãs de nossa babá Josie, em Santiago. Conhecemos a família maravilhosa de Josie!", dizia Marina Krim em seu blog.

O pai das crianças foi avisado sobre a tragédia horas depois, no aeroporto, quando voltava de uma viagem.

Fonte: UOL