Policiais matam jovem que manejava um rifle de brinquedo na Califórnia

Rodrigo López disse que seu filho Andy carregava um revólver de ar comprimido.

Um menino de 13 anos que portava um rifle de ar comprimido foi morto por policiais da Califórnia que aparentemente acreditaram se tratar de uma arma real. De acordo com a imprensa local, o incidente ocorreu na terça-feira na localidade de Santa Rosa, no norte da Califórnia - um dia depois de um menino de 12 anos matar um professor e cometer suicídio com uma arma de fogo no vizinho estado de Nevada.

Um porta-voz do Departamento Policial do Condado de Sonoma confirmou que oficiais alvejaram e mataram ?um indivíduo masculino não identificado? que portava a réplica de uma arma. A nota não dizia se tratar de um menor, mas o pai do menino, Rodrigo López, afirmou que a pessoa morta era seu filho Andy, que estaria com uma arma de ar comprimido. Ele tinha 13 anos e ia para a casa de um amigo com o objeto.

- Não é justo o que fizeram com meu filho - disse López, sentado com amigos e familiares em frente à Prefeitura de Santa Rosa, em um protesto silencioso.

O Departamento disse em nota que ?os dois policiais repetidamente pediram para o indivíduo baixar o rifle? e que ao desobedecer, o indivíduo foi alvejado. Em seguida, disse a nota, os policiais observaram que se tratava de uma réplica e também encontraram uma pistola de plástico.


Policiais dos EUA matam adolescente de 13 anos que portava arma falsa

Fonte: G1