Pop Star Michael Jackson quis contratar seu próprio anestesista

Pop Star Michael Jackson quis contratar seu próprio anestesista

O pop star estava tão viciado em propofol que queria ter um especialista ao seu lado

Michael Jackson estava tão viciado em drogas controladas que chegou a entrevistas um anestesista para acompanhá-lo durante os shows que faria na O2 Arena de Londres, a partir de julho de 2009 e que não chegaram a acontecer, porque Jackson morreu um mês antes.

O pop star, que era viciado em Propofol anos antes de morrer com uma dose letal do anestésico, tentou recrutar o Dr. David Adams, de Las Vegas, para ?cuidar dele? durante a turnê This is It.

O médico disse à polícia de Los Angeles que vários meses antes da morte de MJ se encontrou com o Dr. Conrad Murray e o Rei do Pop e ele lhe disse:

?Achamos que seria ótimo ter um anestesista conosco durante a turnê.?

Dr. Adams já havia anestesiado Michael com Propofol quatro vezes em dois anos para vários procedimentos.

O médico pensou sobre a proposta e mandou um e-mail para Murray onde dizia que gostaria de acompanhar MJ a Londres e que precisavam acertar os detalhes, mas o médico pessoal de Jackson nunca lhe respondeu.

A porta-voz dos advogados de Murray disse que o médico não conhecia David Adams, mas mesmo assim a defesa o convocou para testemunhar no julgamento do Dr. Conrad Murray.

Fonte: OFuxico, ofuxico.terra.com.br