Por fobia de varizes, britânica pede para amputar pernas

Após o plano de saúde recusar a cirurgia, a britânica foi encaminhada para a terapia, que ajuda no tratamento para a fobia

Muitas mulheres se preocupam em desenvolver as varizes, veias dilatadas e deformadas que atingem três em cada dez adultos. Porém, nem todo mundo chega ao nível de criar fobia pelo problema como a britânica Claire Jones, 39 anos, de Liverpool, que recentemente chegou a pedir para que médicos amputassem suas pernas (saudáveis) para evitar olhar para as varizes que criou há 3 anos. As informações são do Daily Mail.


A mulher conta que a fobia pelas varizes é tão intensa que possui crises de ansiedade e pânico quando vê alguma veia saltada ou algo parecido. Ela conta que já chegou a atravessar a rua para evitar passar ao lado de mulheres com varizes. Por causa disso, Jones chegou a suplicar por uma cirurgia de remoção dos membros inferiores, acreditando que poderia melhorar sua relação com os filhos e a família. “Desenhar ou nadar com minha filha é algo difícil porque eu poderia ter uma crise ao ver as veias em minhas pernas ou na de outras pessoas”, conta.

Após o plano de saúde recusar a cirurgia, a britânica foi encaminhada para a terapia, que ajuda no tratamento para a fobia. Segundo Jones, seu pavor por veias pode ter começado aos seis anos, quando falhou na remoção de um dente mole que sangrou bastante (ao que ela imaginou ter sido uma veia sangrando, na época).

Além disso, sua mãe tinha varizes nas pernas – o que causava horror em Jones. “Eu ficava apavorada e chorava em ver as pernas da minha mãe. Ela sabia disso e vestia calças para ficar comigo”, conta.

Depois de desenvolver varizes em suas pernas pelas gravidezes, ela disse que poderá passar por procedimentos cirúrgicos para remoção do problema.

CLIQUE AQUI E CURTA O PORTAL MEIO NORTE NO FACEBOOK

Fonte: TERRA