Preso por matar o pai a facadas, jovem confessa 636 crimes

Um inglês de 21 anos, detido pelo assassinato do próprio pai

Um inglês de 21 anos, detido pelo assassinato do próprio pai, surpreendeu ao confessar 636 crimes que os policiais já não tinham esperança de solucionar. Martin Ellerton, preso em 2007 por matar o pai a facadas durante uma discussão, contou aos policiais durante o tempo na cadeia sobre os outros delitos, informou nesse sábado o jornal The Sun.

De acordo com o jovem, sua primeira infração ocorreu quando ele tinha 10 anos. Ellerton chegou a levar os policiais aos locais dos crimes cometidos por ele, de acordo com o tribunal de Bradford. A lista inclui 268 roubos, 175 furtos de veículos e 173 de residências, entre outros.

Seu advogado, Iain Johnstone, afirmou que não havia nenhuma evidência contra o jovem, e nenhum dos crimes teriam sido solucionados se ele não confessasse. Ellerton formalmente admitiu três roubos e um furto, mas pediu para que fossem levadas em consideração outras 632 ofensas. O anúncio da sentença foi adiado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br