Princesa da Suécia se livra de investigação

Princesa da Suécia se livra de investigação

Victoria aceitou uma luxuosa viagem de lua-de-mel paga por um executivo

A princesa Victoria da Suécia se livrou de fazer parte de uma investigação judicial sobre sua luxuosa viagem de lua-de-mel, paga por um homem de negócios. A procuradoria que combate crimes relacionados à corrupção fez o anúncio nesta sexta-feira (20), informou o jornal parisiense Le Figaro.

Gunnar Stetler, porta-voz da procuradoria, informou que membros da família real não entram em uma categoria de pessoas suscetíveis a ter uma investigação por corrupção.

- A princesa Victoria não faz parte das pessoas que podem ser processadas por corrupção. Ela herda sua função e não pertence à categoria de pessoas definidas nos termos da lei contra a corrupção.

Ao total, oito queixas contra princesa e seu marido, o príncipe Daniel, foram feitas em relação à viagem. O casal passou seis semanas na Polinésia francesa e no Estado americano do Colorado. Eles utilizaram o jato, o iate e luxuosa mansão do americano Bertil Hult.

O procurador disse ainda que a lei tem consequências estranhas e pediu ao Parlamento sueco que a mude.

Victoria, de 33 anos, é a primeira na ordem de sucessão de seu pai, o rei Carl 16 Gustaf, atual chefe de Estado da Suécia.

Fonte: R7, www.r7.com