Psicóloga brasileira de 32 anos morre em acidente de carro em Los Angeles

Carro em que Jaqueline Marques estava foi atingido por outro na Califórnia.

A professora e psicóloga amazonense Jaqueline Lopes Marques, de 32 anos, morreu na tarde de sábado (4) durante um acidente de trânsito em Los Angeles, na Califórnia, EUA. O veículo em que a amazonense estava foi atingido por um carro conduzido por um imigrante mexicano supostamente embriagado, que teria avançado o sinal vermelho no cruzamento da Estrada McCombs com a Palm Avenue.

Segundo Carla Dimarães, amiga da vítima e também psicóloga, o acidente ocorreu por volta das 13h30 de sábado (horário local). O carro onde Jaqueline viajava, ao lado do marido e mais quatro familiares, foi atingido quando eles deixavam Los Angeles para pegar uma rodovia principal em direção à cidade de São Francisco, também na Califórnia. A amazonense estava de férias com a família nos EUA desde o dia 30 de dezembro.

"O sinal abriu e, quando eles seguiram para pegar a pista principal, veio um mexicano bêbado dirigindo um carro e atingiu o veículo na lateral esquerda. A Jaqueline estava atrás do banco do motorista. O marido dela ainda gritou, mas não deu tempo. O veículo rodou, e ela foi arremessada para fora com a força do impacto. O marido dela quebrou a porta do carro, saiu e acabou encontrando o corpo na pista. Ele prestou primeiros socorros, acionou a ambulância, mas, 15 minutos depois da chegada do resgate, ela morreu", relatou Carla.

A sogra da psicóloga, que também é amazonense, ficou ferida com fraturas na coluna e foi para Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela foi submetida a procedimento cirúrgico e deve permanecer internada por cerca de 30 dias nos Estados Unidos. A vítima teve uma melhora do quadro de saúde e saiu da UTI. Já o condutor mexicano foi preso e estaria ilegal nos Estados Unidos, de acordo com informações dos familiares das vítimas.

Jaqueline Marques era psicóloga e professora. Ela atuava como docente no Centro Universitário do Norte (UniNorte) e na Faculdade Martha Falcão. Desde 2006 era psicóloga da Fazenda da Esperança. O projeto Plantão Psicológico, desenvolvido por Jaqueline Marques em parceria com Carla Dimarães, na Fazenda da Esperança no Amazonas. A iniciativa voltada a recuperação de dependentes químicos foi premiada e é referência na área. A psicóloga integrava ainda o Conselho Regional de Psicologia e o Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas (Conen).

?Ela era uma pessoa cheia de sonhos e vida. Tinha vários projetos para vida pessoal e profissional. Ela tinha um sonho de ser mãe e em 2014 esperava realizar esse desejo. Infelizmente essa tragédia a levou antes disso?, destacou Carla Dimarães.

A família da amazonense reclamou que não recebeu apoio do Consulado do Brasil nos Estados Unidos. A previsão que na quarta-feira (8) o corpo de Jaqueline Marques passe por perícia e em seguida seja liberado para ser trazido ao Brasil até próxima sexta-feira (10).

O local do velório ainda não foi definido, mas poderá ser realizado na Assembleia Legislativa do Estado Amazonas (Aleam) ou na Câmara Municipal de Manaus (CMM), de acordo com familiares.

O Centro Universitário do Norte divulgou nota de pesar e ressaltou que Jaqueline era muito querida por alunos e colegas de trabalho por sua atuação comprometida

e apaixonada pela psicologia e pela docência. ?Neste momento de dor, a UniNorte se solidariza com familiares e amigos da professora Jaqueline Marques?, disse em nota.


Psicóloga amazonense morre em acidente de trânsito nos EUA

Fonte: G1