Mulher tem reação adversa a remédio e fica com pele queimada

Mulher tem reação adversa a remédio e fica com pele queimada

Mary Holder tentou se tratar de lúpus e desenvolveu outra doença.

O que deveria ser um remédio para tratar o lúpus acabou transformando uma inglesa de 46 anos em uma ?ferida aberta ambulante? ? a definição foi dos próprios médicos que a atenderam na emergência do hospital.

Mary Holder sofre de lúpus, uma doença de causa desconhecida que não tem cura. Nessa doença, as próprias células de defesa passam a atacar o corpo. Os principais sintomas são dores nas articulações e manchas na pele.

Seus médicos receitaram um medicamento para tentar controlar o lúpus. Eles sabiam do risco de causar uma doença na pele chamada síndrome de Stevens-Johnson, mas jamais imaginaram o que aconteceria com Mary.

A pele da mulher ficou vermelha e descascando. Em alguns pontos, sofreu queimaduras de terceiro grau. Ela perdeu cabelo e até as pálpebras foram atingidas ? ao todo, 98% da pele foram afetadas de alguma maneira.

?Foi a pior dor que já senti na vida, o corpo quer morrer. Mas quando te dizer para reunir a família porque a hora pode estar chegando, você arruma força de algum lugar?, contou Mary ao jornal inglês ?Daily Mail?.

?Eu me recusei a dizer adeus à minha família e meu marido ficou ao meu lado a cada minuto do dia?, completou a mãe de dois filhos, que hoje está recuperada.

Fonte: G1