Rebelde sírio, ex-jogador da Alemanha morre em bombardeio aos 26 anos

Burak Karan se converteu ao islamismo e integrou as forças rebeldes.

O jornal alemão Bild noticiou nesta segunda-feira a morte do ex-jogador Burak Karan, que havia interrompido a carreira de atleta para lutar pelas forças rebeldes na guerra civil que atinge a Síria. Meio-campista que defendeu as seleções de base da Alemanha, ele foi morto no mês passado, vítima de um bombardeio.

Karan passou pelas categorias de base do Bayer Leverkusen e do Hertha Berlim e atuou nas seleções juvenis da Alemanha, ao lado de jogadores como Sami Khedira (Real Madrid) e Kevin-Prince Boateng (do Schalke 04, que hoje optou pela cidadania ganesa). Ele abandonou a carreira em 2008, aos 21 anos.

Burak Karan se converteu ao islamismo e integrou as forças rebeldes que lutam contra o presidente Bashar al-Assad na guerra civil síria, que se estende desde março de 2011. De acordo com o Bild, o ex-jogador, 26 anos, está entre as vítimas de um bombardeio das tropas de Al-Assad realizado em 11 de outubro próximo à cidade de Azaz, na região da fronteira com a Turquia.

Fonte: Terra