Malaysia: Rebeldes controlam acesso aos destroços do avião

Malaysia: Rebeldes controlam acesso aos destroços do avião

A garantia da segurança no local e a preservação das evidências é crucial para que os investigadores tentem reconstituir o que, e quem, fez avião cair

Rebeldes armados ainda controlam o acesso aos destroços do avião da Malaysia Airlines que caiu na última quinta-feira (17), na região de Donetsk, na Ucrânia. Monitores internacionais que foram enviados para ajudar na identificação e recolhimento das vítimas receberam a permissão para visitar com mais frequência o local neste sábado (19).

Em um cenário às vezes tenso, no qual os rebeldes pró-Rússia mostram-se claramente desconfortáveis com a presença de observadores e da imprensa, um funcionário de alto-escalão da Organização para a Segurança e Cooperação da Europa disse que o acesso melhorou desde a chegada de representantes da entidade na sexta-feira (18).

A garantia da segurança no local e a preservação das evidências é crucial para que os investigadores tentem reconstituir o que, e quem, fez o avião cair, embora algumas autoridades tenham sugerido que o cenário da queda já foi comprometido nos dois últimos dias.

?Agora tivemos a possibilidade de ver um pouco mais desse cenário um tanto extenso. Observamos a situação aqui da maneira como nos foi apresentada?, disse Alexander Hug, vice-monitor-chefe da missão de monitoramento especial enviada à Ucrânia pela OSCE.

? Também tivemos a possibilidade de falar com aqueles que estão no comando aqui, e... falar com os moradores do vilarejo local

Ele disse aos jornalistas: ?Como em qualquer trabalho, a cooperação melhora ao longo do tempo... tivemos um acesso melhor hoje.?

Na sexta-feira, um grupo de monitores foi impedido em seu trabalho por ?equipes armadas, que agiram de modo muito pouco cortês e não profissional?, disse um porta-voz da OSCE.

Fonte: r7