Salão onde mãe teria levado filha para bronzeamento é multado

Salão onde mãe teria levado filha para bronzeamento é multado

Cliente fazia sessões a cada dois dias; máximo seria uma por semana

O salão de bronzeamento City Tropics, em Nova Jersey, foi multado em US$ 5.200 nesta segunda-feira (12) por permitir que a cliente Patricia Krentcil usasse o serviço mais vezes por semana do que o limite legal e também por outras irregularidades, relata a emissora local Pix 11. A norte-americana ganhou o apelido de ?mãe bronzeadora? após ter sido presa acusada de levar a filha de 5 anos para uma sessão de bronzeamento artificial. Ela nega.

Durante a investigação, os inspetores levantaram que Patricia, 44, fazia sessões de 12 minutos de bronzeamento artificial a cada dois dias. O Departamento de Saúde multou o local em US$ 3.900 alegando que a frequência máxima é de uma vez por semana, diz a emissora.

Os outros US$ 1.200 de multa se referem a problemas no treinamento e na documentação dos trabalhadores, além de outras irregularidades, segundo a Pix 11.

O dono do salão, Anthony Ruccatano, disse que não conhecia a política de frequência de uso, alegando que a maioria dos clientes usa o serviço três vezes por semana, ainda de acordo com a emissora. Patricia foi expulsa do salão após a polêmica.

Fonte: G1