Simpatizantes de Hugo Chávez querem investigação sobre sua morte

A deputada, que lidera a iniciativa, explicou que a investigação deve se transformar em ação prioritária para as autoridades venezuelanas

Simpatizantes do presidente venezuelano Hugo Chávez começaram a recolher 1 milhão de assinaturas para pedir ao Ministério Público uma investigação sobre as causas da morte do líder. "Queremos que se saiba que o povo não se conformou e exige justiça para Chávez", disse a presidenta da Comissão da Família da Câmara dos Deputados, Maria León.

A deputada, que lidera a iniciativa, explicou que a investigação deve se transformar em ação prioritária para as autoridades venezuelanas, e levar o MP a conseguir esclarecer as causas que originaram o câncer do presidente e a sua morte. "O movimento popular, o povo, as suas mulheres e homens, estamos em pé nesta mobilização nacional", informou a deputada.

Na última quinta-feira, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que o governo estava à espera do "momento histórico" para investigar a origem da doença que causou a morte do seu antecessor. "Estamos à espera do momento histórico para formar uma comissão de cientistas que possa investigar, como merece o nosso comandante, todos os antecedentes e a origem dessa estranha, abrupta e surpreendente doença que se apoderou do seu corpo no momento de maior plenitude das suas forças, energias físicas e criadoras para a pátria", disse Maduro.

Ele fez discurso em evento que marcou os seis meses da morte de Chávez, em março deste ano, depois de um câncer na região pélvica. O ex-presidente tentou combater a doença por dois anos.

Fonte: Terra