Menino de sete anos tem reação alérgica terrível e perde toda pele

Menino de sete anos tem reação alérgica terrível e perde toda pele

Em seguida, todo o seu corpo explodiu em bolhas antes de seu cabelo e unhas dos dedos caírem

Um menino de 7 anos sofreu uma reação alérgica severa a sua medicação, desenvolvendo uma doença rara.

A condição fez com que sua pele começasse a ?cair? instantaneamente. Oakley Orange foi diagnosticado com epilepsia e foi administrado a ele uma medicação adequada para ajudar a controlar seu problema de saúde, mas 12 dias depois de tomar os comprimidos, o jovem começou a se queixar de uma dor de cabeça, frio e desenvolveu uma erupção cutânea.

Em seguida, todo o seu corpo explodiu em bolhas antes de seu cabelo e unhas dos dedos caírem ? deixando-o com aspecto semelhante a queimaduras terríveis.

A bizarra condição é conhecida como Síndrome de Stevens Johnson (SJS), que faz com que as células da pele morram antes de eclodirem.

A grave reação fez com que Oakley perdesse 100% de sua pele e está causando danos a seus órgãos internos.

O jovem foi internado na UTI e sedado por três semanas para permitir que seu corpo se recuperasse. Seus pais, Lorena e Steven, ficaram desesperados, pois foram avisados pelos médicos de que sua chance de sobrevivência é apenas de 65 %.

Sra. Orange, a partir de seu advogado Kent Strood, pressionou a empresa farmacêutica para incluir um aviso sobre a medicação.

Seu pai e sua mãe disseram: ?É a coisa mais horrível para um pai ter que ver seu filho sofrer como Oakley tem sofrido. Você se sente tão impotente. Foi a pior coisa que eu poderia descrever, é devastador. Ele está em agonia, e geralmente ele é um menino tão feliz?.

Eles continuam: "Ele adora jogar em seu videogame e andava de bicicleta. Agora, ele não pode sequer abrir os olhos. Todo mundo que o encontra se apaixona por ele. Eu sei que eu sou preconceituoso, porque eu sou a mãe dele, mas Oakley é o tipo de garoto que, quando você encontrá-lo, você não se esquecerá dele?.

"Na sexta-feira nós pensamos que tínhamos perdido nosso filho, quando a temperatura caiu e ele foi diagnosticado com hipotermia, mas os médicos foram capazes de aquecê-lo. Depois de sexta-feira eu acho que ele pode lutar contra qualquer coisa?

?Cada dia é uma coisa diferente, não sabemos o que vai acontecer de uma hora para outra. A condição está afetando os seus principais órgãos. Um dia ele pode estar bem e em seguida pode ser afetado por outra coisa?.

Ela acrescentou: ?Precisamos aumentar a conscientização sobre os efeitos colaterais desta droga e certificar se que tem um aviso no rótulo?.

Oakley tem a forma mais grave da Síndrome de Stevens-Johnson ou Necrólise Epidérmica Tóxica e o inchaço afetou seus órgãos internos, por isso, ele está respirando através de aparelhos. SJS afeta apenas três em cada 1 milhão de pessoas e geralmente é desencadeada por uma reação adversa a medicamentos. A taxa de mortalidade é de 15%.

Vítimas desenvolvem terríveis cicatrizes por todo o corpo e outras condições como conjuntivite grave que pode levar à cegueira e infecções bucais, que podem impedi-los de comer.

Familiares, amigos e estranhos levantaram mais de R$ 10.500 para ajudar a família com as despesas de deslocação para o hospital especializado.

Desesperada, a mãe acrescenta: "Nunca em um milhão de anos eu poderia ter esperado as coisas que as pessoas têm feito para nós e eu nunca vou esquecer isso. Eu não consigo encontrar as palavras para agradecer a todos o suficiente. Eu não acho que poderia ter conseguido suportar isso sem eles?.

Apesar da dor da família, essa síndrome não está ligada diretamente a este medicamento. Síndrome de Stevens-Johnson pode ser desencadeada ao se tomar uma diversidade gigantesca de medicamentos e sua causa é, praticamente, desconhecida.

Fonte: Jornal Ciência