Síndrome faz britânica adulta ter o corpo de criança de 12 anos

Síndrome faz britânica adulta ter o corpo de criança de 12 anos

Diagnosticada há dois anos, Kate nunca entrou na puberdade.

Uma irlandesa de 25 anos convive com uma doença que a faz ter o corpo de uma adolescente de 12 anos. Médicos acreditam que Kate Quinn é a única mulher na Irlanda a ser portadora de uma síndrome rara que afeta a parte inferior da coluna vertebral e compromete o desenvolvimento do corpo.

Diagnosticada há dois anos, Kate nunca entrou na puberdade - não tem menstruações e nunca precisou comprar um sutiã. Como sua coluna vertebral não se desenvolveu adequadamente, ela mede apenas 1,45 m de altura.

Após passar o começo da vida adulta se escondendo e "vivendo no limbo", Kate decidiu buscar ajuda médica na esperança de uma cura para sua condição. Conhecida pela sigla CRS em inglês, a doença acontece quando um defeito congênito impede a formação normal do osso sacro, nos quadris, e de estruturas da região lombar. Médicos acreditam que o problema afeta 1 bebê a cada 50 mil nascidos no mundo.

Para os médicos, o fato dela não ter entrado na puberdade pode ser um efeito colateral da síndrome, mas não conseguem explicar o motivo. Eles afirmam que os hormônios de Kate não funcionam direito -- ela passa por tratamento de reposição hormonal há sete anos, porém não obteve sucesso.

Kate acredita que não irá poder encontrar um amor caso não se desenvolva completamente. Apesar de diagnosticada há pouco tempo, a irlandesa nota que o seu corpo não se desenvolve corretamente desde os 14 anos. Ela espera que a divulgação de sua história à imprensa ajude na procura por especialistas.

Fonte: Daily Mail