Surfista tem rosto perfurado em onda gigante e está em coma

Após ter a bochecha perfurada no choque com a prancha, Calunga sofreu uma parada cardiorrespiratória.


Surfista brasileiro tem rosto perfurado em onda gigante no México e está em coma induzido

O surfista potiguar Aldemir Calunga, de 39 anos, sofreu um grave acidente no domingo ao encarar uma onda gigante na praia de Zicatela, em Puerto Escondido, no México. O big rider caiu e teve o rosto perfurado pela sua própria prancha. Transferido para a Cidade do México em uma UTI aérea, ele está em coma induzido.

A praia de Zicatela pode ter ondas acima de três metros, e as condições difíceis do mar complicaram o trabalho de resgate dos salva-vidas. Após ter a bochecha perfurada no choque com a prancha, Calunga sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi reanimado na praia antes de ser levado ao hospital local e, posteriormente, encaminhado à UTI na capital.

A última atualização do estado de Calunga foi postada na manhã desta segunda-feira no Facebook do empresário Petronio Tavares, que patrocina o surfista. Segundo ele, Aldemir está internado desde domingo no hospital Dalinde, na Cidade do México, em coma induzido e em condições estáveis, segundo os médicos.

?Temos que aguardar um pouco mais ainda por uma reação dele, que nesses casos é em média de 72 horas. Nos exames de raio-X não foi visto traumatismo devido ao choque com a prancha no rosto, e agora é aguardar e torcer para que ele tenha uma reação?, escreveu Petrônio.

Calunga é um dos principais surfistas de ondas grandes do Brasil e já surfou em ?paredões? na Indonésia, Tahiti, Chile e Havaí. Antes de partir para o México, ele postou uma mensagem animada em seu Facebook na última sexta-feira: ?Depois de oito anos retorno a Puerto Escondido, muito respeito e adrenado. Que Deus nos guarde?.

Fonte: UOL