Taxista estupra passageira ao leva-la até mata distante e em seguida cobra pela corrida

Estudante universitária contou sua história aterrorizante de quando foi levada a uma floresta e estuprada por taxista que ainda cobrou pela corrida.

Um taxistas levou sua jovem passageira para uma mata afastada da civilização e a estuprou antes de cobrar pela corrida.

Lily Wright, de 22 anos, e a amiga, Rich Smalldon, pegaram um táxi de Mohammed Iqbal depois de voltarem de uma festa. Após chegarem à casa de Rich, esta última passou seu número ao taxista e o pediu que ligasse para ela quando deixasse Lily em casa, mas ele levou Lily para uma floresta isolada.

Depois de um tempo ele ligou para Rich e disse que a Lily já estava em casa. Sem entender onde estava, a garota ouviu a ligação se perguntando o que estava acontecendo.


Estudante universitária contou sua história aterrorizante de quando foi levada a uma floresta e estuprada por taxista que ainda cobrou pela corrida.

Foi aí que Iqbal deu a volta no carro e tentou tirar a calça de Lily. Ela resistiu, mas Iqbal arrancou as calças de Lily e a estuprou. Ela pensava que seria morta, mas o taxista levou-a em casa depois da violência. Em seguida ele cobrou pela corrida, como contou a vítima, que é estudante na Universidade de Birmingham.

“Depois do que ele fez comigo, eu não acreditei que ele ainda cobrou pela corrida.” E completou: “Eu sabia que a corrida custaria em torno de R$ 88, mas ele me cobrou R$ 200 e eu não tinha o dinheiro, mas como estava desesperada para chegar a minha casa e salvar minha vida, disse a ele que tinha o dinheiro. Eu estava rezando para que ele realmente me levasse para casa e não continuasse o abuso. Assim que vi a minha casa, desci do carro mesmo em movimento.”

Ela bateu a porta da frente e seu pai, Tom Wright, de 56 anos, que encontrou sua filha apavorada no degrau da frente. A Irmã, Elizabeth Wright, de 18 anos, foi ao encontro da vítima depois de ouvi-la chorar, e Lily confessou que tinha sido atacada.

Eles procuraram a polícia, que, depois de algum tempo, prendeu o estuprador.

Iqbal foi preso e condenado a cinco anos e meio de detenção.

Fonte: Gadoo