Jornalista piauiense relata clima em Nova York por causa de tempestade de neve

Mais de 7 mil voos já foram cancelados.

ATUALIZADO ÀS 15H:20

Na tarde desta terça-feira(27), a jornalista piauiense Drica Torres repassou ao meionorte.com novas informações sobre o clima em Nova York após a tempestade Juno.

" Embora Manhattan já tenha retomado à normalidade, várias comunidades vizinhas ainda estão tendo muito trabalho para retirar o gelo acumulado. Muitos carros ficaram cobertos por gelo nas ruas. Em alguns casos é impossível a remoção. No geral, os aeroportos operam normalmente. O governador de Nova York deu uma entrevista coletiva agradecendo a população, que se manteve em casa. Ele destacou a eficiência das equipes que trabalharam ontem, garantindo a remoção do gelo nas ruas e facilitando a volta à normalidade na cidade. Cuomo ainda frisou alguns incidentes pontuais e a situação de outras regiões do Estado, que foram atingidas de forma mais forte pelo vento e pela neve", informou Drica.






ATUALIZADO ÀS 12H:50

" Cidade refeita! Nem parece que teve nevasca nem nada! Ruas limpas. Metrô funcionando em escala de domingo, mas será normalizado após o meio-dia. Brooklyn, Quens e subúrbios vizinhos, no entanto, o trabalho será mais longo, pois nevou bem mais ! Ainda assim, tudo sob controle! O que vimos hoje foi uma cidade preparada para enfrentar uma situacão difícil. E o resultado é que sairá, digamos, ilesa!", descreve a piauiense.

ATUALIZADO ÀS 9H:10

 

ATUALIZADO ÀS 1H:17

A neve cai em baixa internsidade. Na cidade se vê que a população atendeu ao apelo das autoridades pois as ruas estão desertas. A cidade que nunca dorme foi para a cama mais cedo hoje.

As avenidas que distribuem o trafégo estão impecavelmente limpas. Em algumas ruas se vê acumulo de neve, mas nada perto do que foi previsto. A expectativa é para que a neve não volte durante a madrugada. A temperatura é de 3 graus negativos.

O que se sabe é que locais mais afastados como Long Island e alguns pontos do Brooklyn se pode observar um maior acumulo de neve. Ainda assim, nada que imobilize as pessoas que devem sair para trabalhar amanhã cedo. Também foram espalhados milhões de toneladas de sal pelas ruas da cidade.

Uma grande operação foi montada com ambulâncias e carros da polícia mobilizados. Até agora 7 mil voos foram cancelados e o serviço de trem entre Nova York e outras cidades está suspenso.

As pessoas foram avisadas que devem permanecer em casa e que se forem para a rua estarão infrigindo a lei. A multa pode ser de até 300 dolares se a pessoa causar algum tipo de problema. O estado de Connecticut já decretou estado de emergência e é provável que tenha neve por lá mais intensa.














ATUALIZADO ÀS 22:04

Drica Torres afirmou ao meionorte.com que a neve está quase parando.

''Surpreendentemente, há 1 hora a intensidade da neve e dos ventos diminuiu e agora quase não está caindo neve. Não se sabe se mais tarde os ventos vão retornar ou mais neve vem pelos céus, mas o fato é que agora o cenário parece outro'', afirmou.


ATUALIZADO ÀS 20h:10

Mais de 6.500 voos foram cancelados por causa da forte tempestade de neve. Todas as performances da Broadway também foram canceladas.

Por volta das 16:20h, a jornalista Drica Torres relatou em seu Facebook que os ventos estavam bem intensoso e a neve começando a circular. Ela fez alguns registros no Meatpacking, área badalada que abriga a sede do Google, muitos hotéis, restaurantes, e pontos turísticos como o Chelsea Market.

''O que se vê são ruas desertas e com muita gente se deslocando para casa. O metrô só funciona até as 8pm. Após isso com muita limitação. Amanhã várias linhas estarão suspensas, tanto do metrô quanto do MTA que liga NYC às cidades vizinhas''.

''O prefeito Bill de Blasio declarou estado de emergência na cidade. O governador Andrew Cuomo no Estado. Em Nyc, hoje, a partir das 11pm eh proibido circular sob pena de multa e ate prisão pra quem sair desobedecendo. Os aeroportos da região estão fechados. Não há estimativa para normalizar o serviço. Prefeitura e Governo disponibilizaram linhas de telefone para urgências, inclusive uma para pessoas com problema no aquecimento de casa/apt'', afirmou Drica Torres.














 

 


A maior nevasca de todos os tempos pode acontecer nesta madrugada na cidade de Nova York, nos Estados Unidos. A neve começa a cair durante a noite. As autoridades, dentre elas, o prefeito DeBlasio está pedindo e quase proibindo as pessoas de saírem de casa após às 23:00h por conta dos riscos que a nevasca pode trazer para a população. Quem desobedecer, pode até ser preso.

A jornalista piauiense Drica Torres, mora atualmente em Nova York e disse ao meionorte.com como está o clima na cidade. " No momento, a temperatura caiu um pouco, mas nada insuportável. Em torno de 4 graus negativos. Os ventos aos poucos devem ficar mais intensos até a chegada da noite em Nova York. A expectativa é que a noite os ventos da tempestade Juno ultrapassem os 55km/h e que a intensidade da neve ganhe contornos drásticos após às 20:00h", relatou Drica.

Em toda a Costa Leste, mais de 5 mil voos já foram cancelados. A previsão é de que a neve atinja 90 cm ou até mais. Se confirmando,  a tempestade Juno vai figurar como uma das três piores da história de Nova York. As fotos abaixo são da região do Meatpacking District.

FOTOS: DRICA TORRES






Fonte: Marcos Moraes e Drica Torres