Terceiro terrorista de atentado em Londres é um jovem de 22 anos

A informação foi noticiada primeiramente pela mídia italiana.

O nome do terceiro criminoso por trás dos ataques na London Bridge, em Londres, no sábado passado, foi divulgado nesta terça-feira pela Polícia Metropolitana de Londres. Morador da zona leste de Londres, o italiano de descendência marroquina Youssef Zaghba, de 22 anos, teria agido junto a Khuram Butt e Rachid Redouane nos crimes que deixaram sete mortos e 48 feridos. O Comando Contraterrorismo da Polícia Metropolitana de Londres divulgou foto e nome dele. A instituição disse que ele não era conhecido pelo serviço de inteligência britânico. A informação foi noticiada primeiramente por veículos de comunicação da mídia italiana.

De pai marroquino e mãe italiana, Zaghba nasceu em Fez, no Marrocos, e teria sido parado por autoridades no aeroporto de Bologna, cidade no norte da Itália onde sua mãe mora, no ano passado quando estava a caminho da Síria pela Turquia. Segundo o jornal italiano "Corriere della Sera", a Itália o incluiu em uma lista considerada "de risco" e relatou sua movimentação à inteligência britânica e marroquina.

O jornal diz que, após passar um período no Marrocos, os pais de Zaghba se separaram e a mãe retornou à Itália. Ele a visitava com frequência e, em março de 2016, após ser parado pelas autoridades no aeroporto, foi investigado por possível conexão com atividade terrorista internacional, mas liberado, informou o "Corriere". Zaghba carregava consigo uma mochila, uma passagem só de ida para Istambul e um celular com vídeos e imagens religiosas. Na época, ele trabalhava em um restaurante em Londres e continuou a manter contato com a mãe na Itália.

Os detetives da Polícia Metropolitana de Londres informaram que também prenderam um homem de 17 anos na região de Barking, onde Butt e Redouane moravam, na manhã desta terça-feira. As outras 12 pessoas detidas na investigação no domingo — sete homens e cinco mulheres — já foram liberadas. Os investigadores informações sobre Butt, Redouane e Zaghba.

Os três terroristas que agiram no sábado foram mortos durante a intervenção policial. Eles avançaram com uma van sobre a calçada da London Bridge, atropelando dezenas de pedestres. Em seguida, os criminosos dirigiram até a área do Borough Market, importante zona gastronômica da cidade. Lá, abandonaram o veículo e esfaquearam pessoas pela rua.

Fonte: Com informações do O Globo