Tribunal nega ao pai de Michael Jackson acesso à herança do filho

Tribunal nega ao pai de Michael Jackson acesso à herança do filho

Testamento cita como herdeiros sua mãe e seus três filhos.

A Corte de Apelações da Califórnia rejeitou nesta terça-feira (26) a tentativa do pai de Michael Jackson, Joe Jackson, de questionar a gestão da herança do "Rei do Pop", controlada por um fundo fiduciário.

A decisão pôs fim à luta legal do patriarca dos Jackson de administrar a fortuna do falecido filho, que o deixou de fora de seu testamento datado de 2002.

O Tribunal de Apelações coincidiu com o veredicto de outra corte californiana que, em novembro de 2009, já tinha desprezado as pretensões de Joe Jackson.

Ainda na cidade de Gari, Joe Jackson posa em frente à modesta casa em que Michael cresceu. O complexo anunciado na última terça-feira (2) custará US$ 300 milhões. Joe Jackson posa em frente à modesta casa em que Michael cresceu. (Foto: Arquivo / G1 / AFP Photo)

Pouco depois da morte do cantor, em 25 de junho de 2009, Joe Jackson recorreu à Justiça para tentar ganhar voz sobre o patrimônio do filho, que preferiu delegar a gestão de seus bens ao advogado John Branca e ao produtor fonográfico John McClain.

O testamento de Michael Jackson citou como únicos herdeiros sua mãe, Katherine Jackson, e seus três filhos, Prince Michael, Paris e "Blanket".

Michael Jackson morreu de intoxicação aguda de anestésicos, remédios prescritos por aquele que foi seu médico pessoal, Conrad Murray - acusado de homicídio culposo pela morte do cantor.

Fonte: g1, www.g1.com.br