Turista americana é estuprada em carona dentro de caminhão na Índia

Ela teria aceitado carona de caminhoneiro e outros dois homens

Uma turista americana foi estuprada por um motorista de caminhão e outros dois homens no norte da Índia, informou a polícia nesta terça-feira (4).

A mulher tinha 30 anos, segundo Abhimanyu Kumar, porta-voz da polícia no estado de Himachal Pradesh.

Os homens teriam proposto uma carona a ela, que aceitou.

O crime aconteceu em Manali, uma localidade ao pé do Himalaia e a 500 quilômetros de Nova Déli.

A vítima passou por exames médicos que confirmaram o estupro, segundo Kumar, e a polícia procura os criminosos.

"A mulher não memorizou a placa do caminhão e não entendia o que os suspeitos falavam. Circularam até um local isolado e a estupraram durante quase uma hora", afirmou o policial.

Todos os caminhoneiros de Manali receberam a ordem de comparecer à delegacia local.

O estupro foi revelado um dia depois da polícia de Calcutá, no leste, ter anunciado a detenção de um empresário local como suspeito de ter drogado e violentado uma irlandesa de 21 anos que trabalhava para uma associação de caridade.

No dia 16 de dezembro, cinco homens e um menor de 17 anos estupraram, agrediram e torturaram uma estudante de 23 anos em um ônibus. A vítima e o namorado foram jogados do veículo após os crimes.

Levada para um hospital de Cingapura depois de passar por várias cirurgias na Índia, a estudante faleceu em 29 de dezembro.

O caso provocou uma profunda comoção na Índia.

Fonte: G1