Turquia: Homem tenta sequestrar avião, mas é detido

Turco de 40 disse que tinha uma bomba, mas não era verdade, diz polícia.



Um turco que estava em um voo da Turkish Airlines entre Oslo, na Noruega, e Istambul, tentou sequestrar o avião nesta quarta-feira (5), mas foi dominado pelos demais passageiros, segundo a polícia.

O sequestrador, identificado por Cuma Yasar, 40 anos e natural de uma vila curda da Anatólia, se dirigiu à cabine do piloto do avião, um Boeing 737-800, cerca de uma hora antes do pouso, dizendo que tinha uma bomba e exigindo o retorno do aparelho a Oslo.

Em seguida, o homem foi dominado pelos passageiros, e o avião pousou em segurança no Aeroporto Internacional Atatürk de Istambul, por volta das 21H30 local (17H30 Brasília).

A polícia subiu no avião e deteve o homem, que não tinha explosivos.

Após interrogar Yasar Cuma em uma delegacia, a polícia concluiu que o sequestrador tem "problemas psicológicos".

Segundo Salim Tahar, um dos passageiros do voo Oslo-Istambul, "estávamos a 50 minutos de pousar quando houve um ruído na parte de trás do avião. Olhamos e havia alguém com um lenço sobre o rosto, um gorro e roupa escura. Alguém que parecia um terrorista".

"A pessoa começou a gritar e havia um objeto" pendurado em seu corpo que poderia ser uma bomba, revelou Salim Tahar, que foi informado por outra passageira que o homem exigia a volta do avião a Oslo.

Ainda segundo Tahar, a tripulação levou os passageiros para a parte dianteira do avião, que pousou em Istambul antes do prazo.

No aeroporto, enquanto os passageiros fugiam do avião, entre 20 e 30 agentes subiram a bordo e prenderam o sequestrador.

"Alguns passageiros se benziam, outros rezavam, todos ficaram muito nervosos", disse Salim Tahar.

Fonte: g1, www.g1.com.br