Universidade em que Seleção treinaria fecha após tiroteio nos EUA

UCLA confirma que houve duas pessoas atingidas por tiros

Um atirador cometeu um atentado no campus da Universidade da California em Los Angeles (UCLA), no fim da manhã desta quarta-feira (1), segundo informações confirmadas pela própria instituição. A seleção brasileira comandada por Dunga treinaria no local durante a tarde, em preparação para a estreia na Copa América, nos Estados Unidos. 

Segundo a FOX,  duas vítimas morreram em decorrência dos disparos e a polícia trabalha com a hipótese de que o atirador cometeu suicídio - a UCLA e a polícia não confirmam. Agentes locais e também o FBI estão no local.

Procurada, a CBF afirmou que agora não sabe onde fará o treino da seleção brasileira, uma vez que a UCLA está fechada, e que aguarda posicionamento da Conmebol e da organização da Copa América. 

Atirador cometeu um atentado no campus da Universidade (Crédito: Divulgação)
Atirador cometeu um atentado no campus da Universidade (Crédito: Divulgação)

Fonte: Uol