Venezuela: Funeral de Hugo Chávez começará às 12h30 desta sexta-feira

O corpo do líder será mantido na Academia Militar do país por pelo menos mais sete dias.

O funeral do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, começará nesta sexta-feira às 11h locais (12h30 de Brasília) na Academia Militar de Caracas, onde desde quarta-feira seu corpo está sendo velado.

"Amanhã às 11h da manhã será o funeral de Estado com a presença de pelo menos 30 chefes de Governo e de Estado de nosso continente e do mundo", afirmou o vice-presidente, Nicolás Maduro, à televisão estadual.


Venezuela: Funeral de Hugo Chávez começará às 12h30 desta sexta-feira

Venezuela: Funeral de Hugo Chávez começará às 12h30 desta sexta-feira

Maduro indicou, além disso, que se estenderá por pelo menos mais sete dias o prazo que os venezuelanos terão para se despedir de Chávez, cujo corpo, segundo assinalou o vice-presidente, ficará embalsamado, assim como ocorreu com Lênin, Ho Chi Minh e Mao Tsé-Tung.

O ministro de Ciência e Tecnologia e genro de Chávez, Jorge Arreaza, confirmou depois que o corpo do líder será mantido na Academia Militar por pelo menos mais sete dias.

"Amanhã acontecerão as cerimônias com os chefes de Estado e de Governo, de modo que se cumpra com esses atos, mas depois permanecerá o fluxo de cidadãos", explicou Arreaza.

Maduro também informou que os restos mortais de Chávez serão levados, sem precisar quando, para o Museu da Revolução, no oeste de Caracas, onde serão exibidos em um caixão de vidro.

Delegações de mais de meia centena de países são esperadas amanhã em Caracas, aonde hoje chegaram a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o cubano, Raúl Castro, e o equatoriano, Rafael Correa, entre outros.

O príncipe Felipe de Bourbon, o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, e o presidente de Bielorússia, Aleksandr Lukashenko, confirmaram também sua presença na cerimônia.

Na Venezuela já estavam os presidentes do Uruguai, José Mujica; da Bolívia, Evo Morales, que ontem, junto com a governante argentina, Cristina Kirchner; receberam o caixão de Chávez na Academia Militar. Cristina, no entanto, já voltou ao seu país e em representação da Argentina ficará o chanceler Héctor Timerman.

Hoje chegaram a presidente Dilma Rousseff e o líder cubano, Raúl Castro; e se espera também a chegada nas próximas horas dos presidentes Enrique Peña Nieto (México), Rafael Correa (Equador), Daniel Ortega (Nicarágua), Porfirio Lobo (Honduras), Mauricio Funes (El Salvador), Danilo Medina (República Dominicana) e Sebastián Piñera (Chile).

Também irão à cerimônia fúnebre os presidentes Juan Manuel Santos (Colômbia), Ricardo Martinelli (Panamá); Ollanta Humala (Peru) e Michel Martelly (Haiti). O chefe de Estado de Belarus, Aleksandr Lukashenko, e o da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, também irão à Venezuela.

Fonte: r7