Vídeo de Romney que discute o aborto se torna viral na internet

Vídeo de Romney que discute o aborto se torna viral na internet

Mitt Romney se irritou com questões sobre religião em programa de rádio

Um dia antes das eleições presidenciais nos Estados Unidos, o candidato Mitt Romney, do Partido Republicano, se tornou o protagonista de um viral na internet. Veio a tona nesta segunda-feira um vídeo, gravado em 2007, que mostra o político discutindo com um radialista sobre as convicções da Igreja de Jesus Cristos dos Santos dos Últimos Dias (conhecida popularmente como Igreja Mórmon).

O vídeo, que dura cerca de cinco minutos e foi reproduzido mais de 1,7 milhão de vezes, mostra o político no programa de Jan Mickelson, um apresentador conservador de Iowa. O radialista questiona sobre como Romney, um mórmon que segue textos religiosos, também podem ser a favor do aborto.

"Eu fui execrado em Boston, porque eu indiquei às garotas que não abortassem e disse a elas que colocassem as crianças para adoção", disse o político, quando concorria às prévias do Partido Republicano para as eleições presidenciais de 2008. "Eu não fiz nada que violasse os princípios da minha igreja em respeito a isso."

Romney acrescentou que, embora a Igreja Mórmon proíba o aborto, ela permite que outras pessoas façam sua própria escolha. "Eu discordo dessa visão", disse Romney. "Mas, politicamente, eu olho para isso e digo "você sabe o que é errado". Não é algo em relação aos mórmons, é uma posição secular dizer "eu estava errado, nós deveríamos ter, como uma sociedade, a proibição do aborto em certas circunstâncias¿. Mas eu não estou violando minha fé, isso eu asseguro", comentou.

Ao final, Mickelson afirma que gostaria de entrevistar Romney com ânimos menos acirrados, mas o republicano se levanta e deixa o estúdio. "Não sou candidato como mórmon. E fico cansado de vir a programas como o seu e ter isso como o assunto principal", disse.

Fonte: Terra, www.terra.com.br