Internautas procuram homem que atropelou e matou manifestante

Internautas procuram homem que atropelou e matou manifestante

Uma página foi criada no Facebook para concentrar as informações de quem estava no local no momento em que as vítimas foram atingidas

Internautas se mobilizam nas redes sociais para tentar descobrir o paradeiro do Alexsandro Ichisato de Azevedo, 37 anos, suspeito de matar o estudante Marcos Delefrate, 18 anos, na quinta-feira (20), durante um protesto em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O empresário, que mora em um dos condomínios mais luxuosos da cidade, é procurado pela polícia para prestar esclarecimentos sobre o atropelamento de Delefrate e de outras 11 pessoas. Ele já é considerado foragido.

Uma página foi criada no Facebook para concentrar as informações de quem estava no local no momento em que as vítimas foram atingidas. Nela, fotos e reportagens sobre o caso são divulgadas, em meio a comentários de protesto e de revolta.

Segundo o Tribunal de Justiça de São Paulo, os suspeito responde a 21 processos. Alguns deles referentes a acusações de crimes. Conforme a polícia, em 2009, o empresário foi detido por embriaguez ao volante. No mesmo ano, foi acusado de colocar a vida de outras pessoas em risco, por atirar em placas de sinalização dentro da cidade.

No dia da manifestação, Azevedo saiu com o carro blindado, avaliado em mais de R$ 350 mil, de um supermercado. Na caminhonete, estava a mulher dele e uma criança. Quando chegou a uma rua que não era possível passar, devido ao protesto, algumas pessoas pediram para que ele saísse de ré, mas o motorista acelerou.

Fonte: r7