Intervenção de grafite deixa as ruas de Teresina mais coloridas

Intervenção de grafite deixa as ruas de Teresina mais coloridas

Intervenção de grafite deixa as ruas de Teresina mais coloridas

Quem passou pelas Avenidas Henry Wall de Carvalho e Pedro Freitas, zona Sul, deve ter visto uma Teresina ainda mais colorida. Isso porque foram iniciadas ontem (20) as intervenções de grafite em alguns pontos da capital. A ação faz parte do I Encontro Teresinense de Graffiti da Secretaria Municipal da Juventude de Teresina (SEMJUV).

O Encontro tem objetivo de articular e mapear os grafiteiros de Teresina, pois a cidade possui muitas expressões de grafite que não estão articulados.

"Queremos saber quem são os grafiteiros, onde eles estão e como vivem", coloca o secretário Municipal da Juventude, Allan Cronemberger, ao comentar que, recentemente, saiu uma lei municipal que reconhece o grafite como profissão, aprovada ainda no mês de agosto. "Ela já dá um subsídio, pois ela indica que podem ser mapeados os espaços que podem ser feitos os grafites.

A primeira etapa do Encontro é a intervenção, que foi iniciada nos muros da Semjuv. Ela, que tem o intuito de intensificar as manifestações culturais da juventude e levar a arte do grafite para as ruas de Teresina, teve seguimento ontem, quando os grafiteiros deixaram suas artes em alguns pontos das Avenidas Henry Wall de Carvalho e Pedro Freitas.

As intervenções continuam e serão realizadas em todas as zonas da cidade. Hoje (21), é a vez das Avenidas Joaquim Nelson e Noé Mendes, zona Sudeste; e amanhã (22), as Avenidas Duque de Caxias e Prefeito Freitas Neto, zona Norte, receberão a ação.

Na programação do Encontro de Graffiti, será realizado ainda um seminário, nos dias 29 e 30 deste mês, onde será discutida toda a situação do grafite em Teresina.

"Com esse Encontro queremos sair com produto, que é o mapeamento dos grafiteiros do município, e ainda com o plano de intervenção do município, de como serão feitas as intervenções na cidade", acrescenta o secretário.

O ápice do Encontro vai acontecer no dia 31, com uma Grafitagem do viaduto da Avenida Higino Cunha e apresentações culturais durante todo o dia, das 8h às 22h. O evento conta com mais de 500 inscritos. Mais de 100 deles são de outros Estados brasileiros.

Fonte: Aline Damasceno