Irmã do cantor Chorão morre após sofrer AVC em São Paulo

Tânia Wilma Abrão morreu menos de dois anos após a perda de Chorão

Tânia Wilma Abrão, de 55 anos, irmã do cantor Chorão, morto em março de 2013, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e morreu no último sábado (24). A informação foi confirmada por familiares. Além disso, a apresentadora Sônia Abrão, prima de Tânia e Chorão, anunciou o falecimento nas redes sociais.

Sônia usou o Facebook para lamentar a nova perda da família. "Pedimos orações em nome da irmã do Chorão. Que Deus ampare toda a família e, em especial, a 'Vó Nilda', que perdeu o segundo filho em menos de dois anos. É dor demais para uma família", disse. O produtor musical André Freitas também confirmou a morte, mas disse não ter mais detalhes.

 Já segundo Fábio Abrão, irmão de Chorão, Tânia foi internada no sábado e morreu no mesmo dia. De acordo com ele, Dona Nilda, mãe de Chorão e Tânia, não havia sido informada da morte. "Estamos vendo como fazer isso. Agora é resolver os procedimentos que serão tomados nas próximas horas", explicou Fábio.

Segundo informações apuradas, o velório acontecerá a partir das 20h deste domingo (25) no Memorial Necrópole Ecumênica de Santos, no litoral de São Paulo. O Memorial também confirmou que Tânia será cremada por volta das 9h desta segunda-feira (26).

Morte de Chorão

O cantor Alexandre Magno Abrão, o Chorão, foi encontrado morto em um apartamento na Zona Oeste de São Paulo. Ele tinha 42 anos. Chorão foi encontrado desacordado pelo seu motorista, que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Alguns dias após a morte, um laudo do Instituto Médico Legal apontou que uma overdose de cocaína matou o cantor.

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook

 

Fonte: G1