Irmão do ex-goleiro Bruno se prepara para fazer o Enem deste ano

Ele responde por suspeita de furto e estupro de uma menor de idade.

Rodrigo Fernandes, irmão do ex-goleiro do Flamengo, Bruno, participou da primeira revisão geral do Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional 2016, realizada na Casa de Custódia de Teresina, na manhã de sábado (27). 

Rodrigo, que está preso na Casa de Detenção Provisória de Altos, por suspeita de furto e estupro de uma menor de idade, fará o vestirfbular juntamente com detentos vindos das penitenciárias Irmão Guido, Feminina de Teresina, Colônia Agrícola Major César Oliveira, Casa de Detenção de Altos e da própria Custódia. 

A iniciativa é fruto da parceria entre a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e a Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Esta é a segunda revisão do Enem realizada no sistema prisional pelo Governo do Estado - a primeira foi em novembro de 2015. Foram ministradas seis disciplinas na revisão: Biologia, Redação, Matemática, Linguagens, Química e Física.

Rodrigo Fernandes (Crédito: Rede Meio Norte)
Rodrigo Fernandes (Crédito: Rede Meio Norte)

"É uma oportunidade de mudar de vida que está sendo dada para todos nós. Sei que errei, estou pagando por isso. Quero cumprir minha pena, mas quero, também, me tornar uma nova pessoa e fazer as pazes com a sociedade, mostrando que eu me transformei", afirma Adroaldo Rodrigues, detento da Penitenciária Regional Irmão Guido.

Para o secretário de Estado da Justiça, Daniel Oliveira, só se pode falar em ressocialização no sistema prisional assegurando investimentos que garantam o acesso da pessoa privada de liberdade aos programas educacionais. "A educação é a nossa principal diretriz, seja para a formação intelectual, para o aperfeiçoamento moral ou a preparação para o mercado de trabalho", pontua o gestor.

De acordo com a Coordenação de Ensino Prisional da Secretaria da Justiça, outra revisão do exame deve ser realizada antes das provas - a secretaria aguarda o lançamento do edital do Enem para definir a data. O material utilizado na revisão do Exame Nacional do Ensino Médio no sistema prisional é fornecido pela Secretaria de Estado da Educação.



Fonte: Com informações da Sejus