Irresponsabilidade matou minha filha, diz mãe de vítima de jet ski

O enterro de Graziely Almeida, de três anos, aconteceu nesta segunda-feira (20)

Cilene Delanes, mãe da garota atropelada por um jet ski em Bertioga, no litoral norte de São Paulo, disse que a filha morreu por causa da falta de responsabilidade do adolescente, que pegou a embarcação sem ter experiência e pedir autorização para os pais.

- Perdi minha filha por causa de irresponsabilidade.

O enterro de Graziely Almeida, de três anos, aconteceu nesta segunda-feira (20), em Arthur Nogueira, interior de São Paulo.

A menina brincava com a mãe na beira do mar quando foi atingida pelo jet ski desgovernado.

Quem supostamente dirigia a embarcação era um garoto, de 14 anos, que fugiu do local. O menino passava o feriado na casa dos padrinhos. Todos deixaram o condomínio de luxo em Bertioga, logo depois do acidente.

Uma reportagem do Domingo Espetacular do próximo domingo (26) vai mostrar detalhes inéditos da investigação do caso e vai explicar por que é tão comum acidentes com jet ski.

Fonte: r7