Isis Valverde é assaltada no Rio e tem a bolsa levada por motoqueiro

A ocorrência foi registrada na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra.

Isis Valverde foi vítima de um assalto na noite desta quarta-feira, 3, no Rio. A atriz, que está no ar como Sandra de "Boogie oogie", foi abordada por dois bandidos em uma moto quando estava parada em um semáforo na Avenida das Américas, uma das principais da Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste do Rio, e ficou sem sua bolsa. Ela estava a caminho da academia.

"Infelizmente, aconteceu o que tem ocorrido com tanta gente. O motoqueiro bateu na janela e ela abriu e entregou a bolsa. Nada de mais grave aconteceu, graças a Deus. É chato ficar sem os documentos, mas antes isso do que algo pior, né? Levaram algumas coisinhas, mas nada de importante. Já está tudo bem", contou Rosalba, a mãe de Isis, ao site nesta quinta, 4.

Ainda segundo ela, a filha ficou tão nervosa após o susto que passou que teve que parar em um condomínio perto de onde estava, na altura do Barra Shopping, famoso centro comercial da região, para se acalmar: "Ela ficou nervosa, nem conseguia mais dirigir. Aí parou em um lugar e lá chamaram a polícia para ela".

A ocorrência foi registrada na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra. O segurança do condomínio é que foi prestar queixa. Nesta quinta, uma prima da atriz, que é advogada, também esteve lá.

Em comunicado oficial, a Polícia Civil informou que está tomando providências para tentar identificar o criminoso que abordou Isis: "De acordo com informações da 16ª DP, foi feito um registro de roubo. A perícia papiloscópica foi realizada no veículo e a vítima prestou depoimento. Nesta tarde, segundo a polícia, equipes seguiam nas ruas realizando diligências em busca de imagens de câmeras de segurança próximas ao local.

No fim da tarde desta quinta, 4, a delegada de plantão da 16ª informou que não é a responsável pelas investigações - a equipe que estava trabalhando durante esta quarta na delegacia, só volta no domingo -, mas disse acreditar que seja muito difícil chegar ao criminoso: "Se a atriz não tem condições de fazer o reconhecimento do motoqueiro nem anotou a placa do veículo, dificulta chegar em alguém. Normalmente eles atacam de capacete e com a placa levantada".

Os assaltos de motoqueiros têm assustado os motoristas da Barra da Tijuca com frequência. Recentemente, inclusive, um internauta chegou a gravar um vídeo da ação de um desses bandidos.


Fonte: Ego