Jovem contrai parasita raro durante mergulho e morre

A jovem contraiu parasita capaz de causar diversos danos cerebrais.

Uma menina de 19 anos morreu após contrair um parasita raro capaz de causar uma infecção no cérebro de uma pessoa. Ela foi contaminada enquanto nadava em um riacho durante as férias da família, nos Estados Unidos.

O Departamento de Saúde dos Estados Unidos confirmou que Kerry Stoutenburgh morreu por conta do parasita. Ela nadou no riacho conhecido como Octoraro Creek, onde provavelmente contraiu a doença.

A menina foi encaminhada a um hospital, recebeu tratamento e voltou para casa. No entanto, seu estado de saúde piorou e ela voltou ao centro clínico, onde acabou não resistindo e morreu. Inicialmente, ela teve um diagnóstico de meningite. Mas, após exames, os médicos descobriram que se tratava de outra doença.

A jovem contraiu o parasita Naegleria fowleri, capaz de causar diversos danos cerebrais. O protozoário entra no corpo das vítimas, geralmente, pelo nariz e vai diretamente para o cérebro.

“É um tipo catastrófico de infecção. Progride para a morte de maneira rápida”, contou a Dr. Carol Smith, do Departamento de Saúde. Os médicos informaram que a taxa de mortalidade da doença é de 97%.


Fonte: Com informações do Metropoles