Jovem dirige 8 km na contramão e mata rapaz voltando de festa

Jovem dirige 8 km na contramão e mata rapaz voltando de festa

Adriana Mazoni Pagoni, mulher da vítima, está inconformada

Um homem de 33 anos morreu na madrugada deste sábado depois de um motorista entrar na contramão da rodovia Washington Luís, em São José do Rio Preto (SP), andar quase 10 quilômetros e bater de frente no carro da vítima.

O motorista, de 21 anos, que provocou o acidente foi levado em estado grave para o Hospital de Base de Rio Preto. Ele teria entrado na contramão na alça de acesso da rodovia na avenida Bady Bassitt, dirigido por quase 10 quilômetros, até bater no outro veículo, em frente à sede de campo do Automóvel Clube.

Adriana Mazoni Pagoni, mulher da vítima, está inconformada. O marido voltava de uma chácara onde estava organizando uma festa quando foi atingido. Ele estava em Cedral e voltava para Rio Preto. ?Estou me sentido péssima. É a pior notícia da minha vida. Ele não bebia, não usava drogas. E vem uma pessoa alcoolizada na contramão e tira a vida dele. Alguma coisa tem de ser feita. Não será mais uma vida perdida que ficará por isso mesmo?, afirmou a mulher, revoltada.

O pai da vítima, Edmundo Fernandes Pereira, é policial do Corpo de Bombeiros aposentado e nunca esperava ver o filho dele envolvido em um acidente como este. ?Fui bombeiro por 30 anos e vi todo tipo de acidente. Mas nunca imaginei que isso iria acontecer com um filho meu. É um desespero muito grande.?

A Polícia Rodoviária Estadual recebeu a denúncia de um carro na contramão, mas não conseguiu parar o carro a tempo. Por causa do estado de saúde do motorista, não foi feito o teste do bafômetro ou exame de sangue que comprove a embriaguez. ?Quando chegamos o acidente já havia acontecido. Não fizemos os exames, mas há relatos de que ele poderia estar alcoolizado?, afirma o tenente Luciano Di Done.

O corpo do homem que morreu será velado neste sábado (21) à tarde no cemitério Jardim da Paz, em Rio Preto.

Fonte: G1