Jovem diz que envenenou os colegas por ganhar menos

Jovem diz que envenenou os colegas por ganhar menos

Dez trabalhadores da empresa que beberam o veneno com o café foram encaminhados ao Hospital Afonso Ramos

O adolescente de 17 anos de idade que colocou veneno de rato no café distribuído a funcionários de uma confecção de Santa Bárbara d"Oeste (SP) na manhã desta quarta-feira (11) disse, em depoimento à polícia, que a intenção era protestar contra uma espécie de "bullying profissional": ele reclamou que ganhava menos que os outros funcionários e que se sentia menosprezado. Ele ainda aguarda audiência no Fórum e pode ser encaminhado para uma cela especial da cadeia de Sumaré (SP), diz a Polícia Civil.

Dez trabalhadores da empresa que beberam o veneno com o café foram encaminhados ao Hospital Afonso Ramos, medicados e liberados no final desta tarde. Ninguém corre risco de morte. "Todas as pessoas que tomaram café da garrafa passaram mal?, disse o escrivão Alef de Jesus, da Polícia Civil.

Até às 18h desta quarta, o rapaz continuava no Fórum de Santa Bárbara d"Oeste aguardando audiência. O juiz da cidade irá decidir para onde o garoto será levado. O rapaz trabalha há cinco meses na empresa, localizada no Jardim Europa. O caso é acompanhado pelo 2º Distrito Policial.

O responsável pela confecção disse que não vai se pronunciar. O hospital informou que os funcionários absorveram uma quantidade pequena da substância, que era de baixa toxidade. Todos passaram por coleta de sangue e devem ficar em observação doméstica por um período de 72 horas.

Fonte: G1