Jovem que teria se recusado a usar colete morre ao saltar de pedalinho

Dona dos brinquedos disse que vítima se recusou a usar colete salva-vidas.

Um jovem de 21 anos morreu afogado no Lago Diacuí, em Jataí, no sudoeste do estado. José Messias da Silva estava na companhia do irmão em um pedalinho, quando, segundo testemunhas, pulou na água. Há a suspeita de que o jovem estava embriagado.

De acordo com a responsável pelos brinquedos, Madalena Alves Ferreira Vasconcelos, a vítima teria se recusado a usar o colete salva-vidas. ?Quando eu vi que um deles tinha pulado dentro da água, eu comecei a gritar e imaginei que eles fossem voltar para a margem nadando?, afirmou. Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, ele já estava morto.


Jovem morre afogado após saltar de pedalinho em lago de Jataí, Goiás

A Polícia Civil informou que vai abrir um inquérito para investigar a morte do jovem. Por enquanto, a família ainda não compareceu à delegacia, mas o irmão que estava com ele no momento do incidente deve ser chamado para prestar depoimento nos próximos dias.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o uso de equipamentos de segurança é indispensável para evitar acidentes. No entanto, não existe uma legislação que regulamenta e fiscaliza a obrigatoriedade do uso do colete salva-vidas em pedalinhos.

?A orientação é não liberar a entrada sem o uso do colete salva-vidas no pedalinho, porque isso pode até trazer responsabilidades para o proprietário?, explicou o comandante do Corpo de Bombeiros da região, major Hélio do Carmo.

Fonte: G1