Jovem publica relato de estupro nas redes sociais

A jovem estava na cidade para promover uma campanha sobre estupro

Uma jovem norte-americana identificado como Amber Amour de 27 anos, relatou em uma rede social ter sido estuprada por um conhecido durante uma viagem para a Cidade do Cabo, na África do Sul, em novembro do ano passado.

A jovem estava na cidade para promover a campanha "Stop Rape. Educate" ("Parem o estupro. Eduquem") quando foi atacada. A história se espalhou na internet nesta quarta-feira, dia 6, quando Amber decidiu falar sobre o caso. Segundo a entrevista Amber recorreu ao Instagram minutos depois do ocorrido, ainda com lágrimas nos olhos, para incentivar outras mulheres a denunciarem agressões do mesmo tipo."Lá estava eu dizendo a outras sobreviventes que elas deveriam falar também. Eu sabia que tinha que praticar o que pregava.

Amber Amour foi vitima de estupro (Crédito: Reprodução)
Amber Amour foi vitima de estupro (Crédito: Reprodução)


A primeira coisa que fiz foi tirar uma foto e escrever um post descrevendo o que havia acontecido", afirmou a jovem com lágrimas nos olhos.Na legenda da foto, a Amber diz que voltou ao para onde estava hospedada para deixar um recado para seu amigo. No local, foi seguida por um rapaz chamado Shakir, com quem já havia ficado e já conhecia algum tempo, e ele a convidou para tomar um banho. "Aceitei, porque a água do hotel onde eu estava hospedada era gelada e, há dois dias, eu estava bastante doente. Só queria um banho quente e confiava nele", relatou.

"Assim que entrei no banheiro, ele forçou meus joelhos. Eu pedi para parar. Mas ele ficou mais violento. Me levantou e penetrou. Pedi para que parasse novamente e comecei a chorar. Quando ele empurrou minha bunda, desmaiei. Acordei alguns minutos depois e o vi tentando rastejar para fora da porta. Quando ele me viu acordada, voltou para acabar comigo no chuveiro", continuou a jovem.

Amber Amour foi vitima de estupro (Crédito: Reprodução)
Amber Amour foi vitima de estupro (Crédito: Reprodução)


Após a agressão, ela postou duas fotos, uma a caminho do hospital e outra já sendo examinada.

"Eu poderia ter escondido os detalhes, ter mantido algumas informações só pra mim. Mas vocês precisam saber da verdade e ver a realidade da situação. Não importa o que a pessoa faça, nada é um convite para o estupro. Não importa se eu o beijei, se ele estava bêbado. Não importa se eu disse sim a um banho. Eu nunca disse que ele poderia me estuprar" desabafou ela.

Fonte: Com informações do Catacra