Jovens asiáticas fazem cirurgias plásticas radicais; veja antes e depois

Um dos principais hospitais especializados do país é o ID Hospital.



A Coreia do Sul é um dos países líderes de cirurgias plásticas na Ásia. Ao contrário da brasileiras, que entram na faca principalmente para mudar a aparência dos seios, bumbum e barriga, as asiáticas fazem mudanças radicais no rosto. Por vezes, tão extremas que a pessoa fica irreconhecível.



Um dos principais hospitais especializados do país é o ID Hospital. Fundado em 1995, ele se define como a primeira clínica a realizar uma cirurgia plástica nos dois maxilares. O carro-chefe da instituição são justamente as cirurgias maxilo-faciais, que mudam o formato do rosto. Nas fotos de antes e depois divulgadas no site da instituição é possível notar que a maioria das mulheres procuram afinar seus queixos, deixando o rosto menos quadrado.



O hospital BK Plastic Surgery ocupa um arranha-céu em Seul, capital da Coreia do Sul. Eles oferecem grande variedade de cirurgias plásticas. Uma das principais é a que cria pálpebras nos olho ? as asiáticas costumam ter a pálpebra praticamente plana, sem cavidade ? e os deixa com forma mais amendoado ? e ocidentalizado. A que afina o nariz e deixa ele mais ?empinado? também faz sucesso no centro cirúrgico.

Muitas mulheres de outros países viajam para a terra de Psy em busca de novidades que deixam seus rostos com aparência mais ocidental. Segundo o site Memolition, em 2012, mais de 15 mil turistas foram à Coreia apenas para fazer cirurgias plásticas.



Fonte: Extra