Justiça decreta prisão preventiva para acusada de matar piauienses

Ela estava em alto nivel de embriaguez/

Na madrugada deste domingo (18), dois homens naturais da cidade de Piripiri (PI) foram mortos após serem atropelados por uma mulher em alto nível de embriaguez na zona Norte de São Paulo. A motorista, que foi identificada como Juliana Cristina da Silva, de 28 anos, teve a sua prisão decretada pela Justiça.

De acordo com a perícia, ela bebeu quase três vezes mais do que o limite estabelecido pelo código de trânsito e vai responder por lesão corporal, homicídio culposo e fuga sem prestar socorro. A acusada está presa na carceragem feminina do 89º distrito policial e não será transferida para o Centro de Detenção Provisória porque tem diploma de nível superior em administração.

Segundo a Globonews, ela perguntou a um carcereiro se o caso tinha dado muita repercussão e se ela continuaria presa. Diante das respostas afirmativas, Juliana começou a chorar. Ela recebeu a visita de um advogado, mas ainda não formalizou a defesa.

Image title

Image title

Image title



Fonte: Com informações do G1