Lagoas do Norte transfere 10 mil peixes para a Barragem do Bezerro

O objetivo é controlar o índice de piranhas na Barragem do Bezerro.

Na manhã desta quinta-feira (10), cerca de 10 mil tilápias foram retiradas da Lagoa do Cabrinha, localizada em frente ao prédio administrativo do Parque Lagoas do Norte. Os peixes serão transferidos para a Barragem do Bezerro, em José de Freitas, para controlar o índice de piranhas no local.

De acordo com a educadora ambiental do Programa Lagoas do Norte, Zelinda Oliveira, a despesca provoca mudanças significativas na Lagoa do Cabrinha.

Image title

“A ação é importante para prevenir danos e riscos ambientais e para preservar a fauna local. As tilápias se reproduzem com bastante facilidade; elas têm três ciclos de reprodução por ano, enquanto os outros peixes têm apenas um ciclo. Então, o número de peixes desse tipo na lagoa é muito grande. Com essa retirada, o nível de oxigênio na lagoa aumenta, criando um ambiente mais propício para os peixes que ficaram no local. Além de aumentar a oferta de alimentos para os peixes”, detalhou.

O superintendente federal da Pesca no Piauí, Antônio Abreu Costa, acompanhou a despesca e explicou que os peixes irão reequilibrar o ecossistema na Barragem do Bezerro e garantir segurança aos banhistas.

“As piranhas são os predadores naturais da tilápias, então, essa ação visa promover um reequilíbrio da espécie. Como as tilápias se reproduzem muito rapidamente, a ação irá evitar a superpopulação desse tipo de peixe. A Barragem do Bezerro é um importante ponto turístico do Estado, e a despesca também é uma forma de segurança para os banhistas, pois diminui o risco de serem atacados pelas piranhas, que já estarão bem alimentadas”, contou.

Os peixes serão transferidos em um caminhão adaptado para o transporte, com vários tanques de oxigênio, o transfisch. Acompanharam a despesca representantes do Ministério de Pesca e Aquicultura, da Polícia Ambiental e do Programa Lagoas do Norte.

Fonte: Prefeitura de Teresina