Líbios festejam morte de Kadhafi na embaixada em Brasília

Líbios festejam morte de Kadhafi na embaixada em Brasília

Kadhafi morreu em um ataque de combatentes líbios nesta quinta-feira (20) próximo à cidade de Sirte

A embaixada da Líbia no Brasil entrou em festa após o anúncio da morte do ditador Muamar Kadhafi.

Na festa, houve explosão de fogos, música e fogueira. Fotos do ex-ditador eram queimadas no quintal da embaixada. Aos gritos de "Líbia, Líbia, Líbia", crianças vestidas com camisas que reproduziam a bandeira do país brincavam em volta da fogueira.

Kadhafi morreu em um ataque de combatentes líbios nesta quinta-feira (20) próximo à cidade de Sirte, segundo informações do novo governo do país.

"Agora resta a necessidade de o governo brasileiro reconhecer o novo governo íbio", disse Adel Swasy, Conselheiro Financeiro da Embaixada.

O ex-embaixador da Líbia no Brasil, Salem Ezubedy, não estava na embaixada. Ele deixou a embaixada há cerca de um mês porque, de acordo com diplomatas líbios, era "conivente" com o governo de Kadhafi.

"O ex-embaixador Salem Ezubedy representava Khadafi. Em agosto, ele disse que apoiava o povo rebelde. Era hipocrisia. Nós tentamos convencê-lo a apoiar o povo, mas ele não aceitou. Então, os diplomatas e a comunidade Líbia no Brasil o expulsaram", disse o cônsul Mohamed Nfati.

O novo responsável pela embaixada líbia no país, nomeado há uma semana, é o encarregado de negócios Hussein Tantush. Os diplomatas líbios dizem acreditar que um novo embaixador será enviado em breve.


Líbios festejam morte de Kadhafi na embaixada em Brasília

Líbios festejam morte de Kadhafi na embaixada em Brasília

Fonte: G1