Lingeries masculinas ganham mais adeptos com o passar do tempo

Uma marca de peças íntimas está querendo inovar.

Uma marca de peças íntimas está querendo inovar: a Menagerié trocou as tradicionais cuecas slip e boxer por lingeries.

"Queremos trazer mais adornos e beleza para a moda masculina, mas reforçar às pessoas que essa é uma moda para homens", disse Roman Snipe, fundador da empresa, segundo o "Sun".

Roupas íntimas com transparências, laços, rendas, babados e estampas por muito tempo foram destinadas exclusivamente ao público feminino. Mas nos últimos anos, um mercado inusitado vem conquistando cada dia mais adeptos, o da lingerie para homens.

Se isso parece um tanto quanto estranho para você, é importante saber que há realmente um grande número de homens que não se contentam em usar as peças padrão vendidas nas lojas. Por conta destas pessoas que procuravam peças masculinas delicadas, coloridas e com certo charme, muitos sites começaram a surgir para abraçar este segmento.

Um desses sites é o americano Homme Mystere que diz: “Fornecemos lingerie para homens e não estamos preocupados se você é gay, hetero, vegetariano, republicano, anglicano, marciano ou qualquer outra coisa. Nós apenas criamos e fabricamos lingeries atraentes e de luxo para os homens. São peças divertidas, caem bem e fazem com que a tarefa de usar roupas íntimas todos os dias seja bem mais agradável”.

E as peças masculinas não possuem apenas o estilo diferente, a modelagem é toda planejada para comportar o corpo masculino confortavelmente: calcinhas possuem espaço e reforço extra na frente, sutiãs possuem alças que se adequam sem apertar e são desenhados para o peitoral do homem.

No Brasil as lingeries masculinas também possuem adeptos. O site mineiro HSMen’s Underwear vende peças diferenciadas para quem procura peças que possuem algo a mais do que as tradicionais cuecas. “A HSMen's entrou para o mercado para revolucionar a moda íntima masculina, desenvolvendo produtos estilosos e elegantes para um homem moderno e que possui atitude e irreverência”, descreve a loja.

Image title
Image title
Image title
Image title

Fonte: Com informações do Catraca Livre