Lojas de material escolar têm movimentação intensa nesse período do ano

Enquanto isso os lojistas tentam dar as melhores condições de pagamento.

As lojas de material escolar do centro da capital estão repletas de compradores nesta época do ano, e a movimentação é bastante intensa nestes locais.

Os consumidores tentam, a todo custo, economizar na hora das compras escolares dos filhos, buscando descontos e pesquisando muito para encontrar os melhores preços. Enquanto isso os lojistas tentam dar as melhores condições de pagamento.

Segundo a Sâmia Vanessa, que está na corrida pela compra do material escolar de sua família, o que mais pesa no bolos são os livros didáticos e paradidáticos.

“Comecei a fazer as compras agora, mas os livros estão um absurdo! Comprei quatro paradidáticos para minha filha em uma livraria e custaram R$ 200. Antes não era assim”, avalia. Mas, para economizar, Sâmia compra o material de expediente – lápis, caneta, borracha, etc. – no atacado.

Os materiais escolares que apresentam os maiores preços são os que possuem personagens de desenhos animados. A criançada faz a festa com o Ben 10, Galinha Pintadinha e Peppa Pig, mas os pais devem tomar cuidado com esses bichinhos. Primeiro porque os itens que possuem desenhos com essas personagens chegam a custar até 30% mais que os produtos comuns.

Mas para o supervisor José Willian, o consumidor pode fazer boas compras a partir das facilidades de pagamento que estão sendo oferecidas nas lojas. Quem paga à vista economiza mais.

“Os pagamentos à vista, em dinheiro, ou nos cartões de débito têm 10% de desconto. Também estamos dividindo a prazo em todos os cartões em até seis vezes sem juros”, afirma.

Com relação às vendas, os negócios estão bastante aquecidos, com uma alta considerável nas vendas do setor. “Neste período as vendas deste setor da loja aumentaram em até 70%, e a expectativa é que as vendas continuem a crescer e a melhorar cada vez mais. Agora estamos atendendo muitos pais de escolas particulares, depois vai ser o pessoal do estado e do município”, finaliza José Willian.

Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Ananias Ribeiro e Lucrécio Arrais