Mãe de bebê que fuma 40 cigarros por dia procura ajuda devido ao ""custo do vício""

Mãe de bebê que fuma 40 cigarros por dia procura ajuda devido ao ""custo do vício""

Diana disse à CNN que Aldi chega a vomitar quando não fuma

Diana, mãe de Aldi Suganda, o menino indonésio de 2 anos de idade que fuma 40 cigarros por dia, viajou com ele para a capital Jacarta em busca de tratamento para o filho. A informação é da rede de TV americana CNN. ?Fumar tem sido parte de nossa cultura há tanto tempo que não é algo percebido como danoso, que causa doenças, que é tóxico?, afirmou Seto Mulyadi, presidente da Comissão Nacional para a Proteção da Infância da Indonésia. ?Muitos adultos carregam um bebê em uma mão e o cigarro em outra. Até mães não compreendem que estão envenenando seus filhos.?

Mulyadi encontrou-se com Aldi em Jacarta, mostrou a CNN. Ele disse à TV que ficou impressionado com a razão pela qual Diana levou o filho para a capital: não por preocupações com a saúde do menino, mas por causa do custo do vício, equivalente a R$ 7 por dia.

Diana disse à CNN que Aldi chega a vomitar quando não fuma, e já bateu a cabeça contra a parede durante crises de abstinência. ?Mesmo quando ele era um bebê, quando sentia cheiro de cigarro ele ficava feliz.?



?Para nós, não é nada chocante, mas algo muito, muito triste?, declarou Mulyadi. ?O que sabemos sobre esse fenômeno é apenas a ponta do iceberg.? Estudo da comissão que ele dirige indica que o número de crianças entre 5 e 9 anos de idade que fumam na Indonésia saltou 400% entre 2001 e 2007.

A Indonésia é o único país da região Ásia-Pacífico que não ratificou o tratado da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o controle do tabaco. Projeto de lei a respeito está parado no Legislativo há anos, informa a CNN.

Fonte: g1, www.g1.com.br