Mãe de menina morta atropelada por PM diz que viatura estava com sirene desligada

Mulher também afirma que teve que pedir a policiais para socorrer a criança.

A mãe de uma menina de cinco anos que morreu após ser atropelada por uma viatura da PM no último sábado (22), afirmou, nesta segunda-feira (24), que a sirene da viatura estava desligada no momento do acidente.


Mãe de menina morta atropelada por PM diz que viatura estava com sirene desligada

Segundo Rosilene Alves, que viu o momento do acidente, o veículo também estava em alta velocidade, e não foi possível ajudar a garota, que voltava de uma padaria no bairro Itaipu, na região do Barreiro.

? Se eu ouvisse pelo menos a sirene, mas eu não ouvi. O que ouvi foi a pancada na minha filha.

A mulher afirmou ainda que teve que pedir para os policiais socorrerem a filha.

? Eu pedi. Porque se eles não pegassem (a menina) eu ia pegar.

Em nota , o coronel José Geraldo dos Santos Silva, comandante do 41º Batalhão da Polícia Militar lamentou o acidente, e afirmou que os militares deram socorro à vítima.

? Lamentavelmente, a vítima do atropelamento faleceu, o que também causa dor a todos os milicianos e milicianas da unidade, em especial aos pais e mães.

O soldado que dirigia a viatura foi autuado em flagrante e está detido na sede do batalhão. O corpo da menina foi enterrado na tarde deste domingo (23), no Cemitério da Paz, que fica na região noroeste de Belo Horizonte.

Fonte: R7, www.r7.com