Mãe e filho morrem durante o parto no Hospital Regional de Uruçuí

O fato chocou os moradores.

Nesta sexta-feira (04) a jovem Lucileide Chaves Rodrigues, de 20 anos, deu entrada no Hospital Regional de Uruçuí para dar à luz ao seu terceiro filho, que seria um menino. 

O esposo da vitima Reginaldo Feitosa disse que sua esposa foi atendida pelo plantonista do dia, médico Dr. Mardem. Ele disse ainda que alguns exames feitos dias antes da família dar entrada no hospital comprovou que a sua esposa não poderia dá a luz por parto normal, devido o tamanho muito grande do seu filho, informações comprovadas pelo exame de ultrason, mas segundo familiares, o médico plantonista afirmou que ela tinha tudo para ter normal.

As acompanhantes que estavam com Lucileide no quarto informaram que o doutor começou a perceber que não iria dar certo o parto normal depois de já ter iniciado esse procedimento, então ele, na tentativa de salvar a vida da mãe, pediu urgentemente a ajuda de outro médico.

Image title

Ainda segundo relatos dos familiares, passado a algum tempo chegou outro médico identificado como Gilberto Gonçalves para ajudar a tentar salvar a vida da mãe, pois a criança, do sexo masculino, teria ficado só com a cabeça do lado de fora e já estava praticamente morta. Minutos depois, a mãe da criança morreu por conta de uma hemorragia interna.

Lucileide Chaves Rodrigues residia no bairro areia centro e Uruçuí e era mãe de 2 filhos. Seus pais moram no povoado Livramento, zona rural do município de Uruçuí.

O fato chocou a cidade e causou revolta geral. Os familiares das vitimas disseram que pretendem ter em mãos o prontuário de Lucileide para depois tomar providências cabíveis. O médico plantonista e responsável pelo inicio do parto Dr. Mardem foi procurado para falar sobre o assunto, mas não foi encontrado.

Image title

Image title

Image title

Image title


Fonte: Noticias de Uruçui