Mãe pula do 2º andar após filha levar garrafada de pedreiro no ES

O homem será autuado por lesão corporal grave, diz polícia.

O pedreiro José Edson Luiz, de 44 anos, se envolveu em uma confusão neste domingo (31). Desconfiado de que havia sido roubado, ele deu uma garrafada em uma menina de 11 anos e tentou agredir a mãe da jovem, que, na tentativa de fuga, se jogou de segundo andar da casa onde aconteceu a agressão. O crime aconteceu no bairro Nelson Ramos, em Cariacica. Todas as pessoas envolvidas foram encaminhadas para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ), do município. De acordo com o delegado Mário Broco o pedreiro será autuado por lesão corporal grave.

Segundo o pedreiro, a briga começou dentro de um bar. "As duas mulheres são minhas amigas. Nós estávamos bebendo no bar e depois fomos para a casa de uma delas. Eu dei falta de um dinheiro e achei que uma delas tivesse pegado", relata José o motivo de ter agredido as mulheres.

José ainda diz que não queria machucar a criança. "Fui cobrar a dívida à mulher e acabei acertando a menina. Mas eu não queria", comenta.

Depois das acusações, as discussões entre os três começaram e a filha da dona da casa acordou com o barulho da briga. De acordo com a polícia, ela entrou no meio e foi atingida pelo pedreiro com uma garrafa de vidro. Ela levou um corte profundo no ombro e foi levada para o Hospital Infantil de Vitória, onde foi medicada.

Para fugir das agressões do pedreiro, a mãe da menina correu e pulou do segundo andar da sua casa. Ela foi perseguida por José Edson que também se atirou. A mulher fraturou o calcanhar e o pedreiro ficou com o corpo ferido.

Fonte: g1, www.g1.com.br