Mãe que queria parto humanizado morre após fazer uma cesárea

Mãe que queria parto humanizado morre após fazer uma cesárea

Enquanto o bebê foi para a unidade neonatal, a mãe ficou no quarto se recuperando e a família voltou para casa.

A britânica Lisa Parkisson, de 35 anos, mal teve tempo de curtir seu pequeno filho, Zac. Ela deu à luz o menino na madrugada do último sábado, por uma cesárea. Enquanto o bebê foi para a unidade neonatal, a mãe ficou no quarto se recuperando e a família voltou para casa. Segundo o jornal britânico Daily Mail, na segunda-feira o pai do menino, Chris Harding, recebeu uma ligação do hospital sobre uma emergência. Quando chegaram ao Royal Oldham Hospital, no Reino Unido, ela já estava sem vida.

?Eles disseram que uma enfermeira foi checar seu estado às 8h30 e percebeu que algo estava errado. Eles tentaram ressucitá-la, mas não conseguiram. Ela estava em sua cama, com tudo ensaguentado, foi horrível?, disse a irmã de Lisa, Ally Ziemniak, em entrevista ao jornal. A agente de turismo queria fazer um parto humanizado na água, mas não foi autorizada pelo hospital, que disse que o bebê estava mal posicionado para o parto normal.


Mãe que queria parto humanizado morre após fazer uma cesárea

Complicações inesperadas

Agora, a família cobra do hospital uma explicação para a morte. Depois da cirurgia, Lisa, que completaria 36 anos nesta quinta, contou à mãe que sentiu uma ?dor de cabeça excruciante? durante a operação. ?Eles disseram que tinha a ver com a sua pressão arterial, e lhe deram um remédio para aliviar. A enxaqueca eventualmente passou. Não sabemos se tem algo a ver com a sua morte, porque não soubemos do resultado (da autópsia)?, contou Ally.

?Ela estava muito feliz com o bebê. Teve que ficar no hospital porque fez a cesárea, mas estava bem no sábado e no domingo. Nos falamos na tarde de domingo e estava tudo normal?, afirma a irmã, inconformada. O hospital disse à família que o estado de saúde de Lisa foi checado ao longo da noite, e só na manhã de segunda eles viram que ela estava sem pulso. ?Não conseguimos entender. Quando ela entrou em trabalho parto estava bem. Até durante a cesárea ela parecia bem. Mas ela disse que nunca sentiu nada como aquela dor de cabeça, que parecia que ia explodir?, explicou.

?Nós tentamos nos conformar em saber que ela passou pela gravidez e foi mãe, ainda que tenha sido por tão pouco tempo. É bom saber que ela morreu extremamente feliz?, disse a irmã. A mãe de Lisa, Judith Smith, também busca conforto no fato de a filha ter podido aproveitar aqueles momentos da maternidade: ?Eu nunca tinha visto ela tão feliz na minha vida, ela olhava para ele (Zac) e dizia: ?Mãe, olha, ele é maravilhoso?. Ela só o pegou no colo um dia, isso é uma tragédia?.

O pai do menino e companheiro de Lisa também está inconsolável, mas garante que o filho conhecerá tudo sobre sua mãe. ?Nós sempre vamos falar sobre ela com o Zac, ele vai saber tudo dela. Quando ela engravidou, todos ficamos surpresos. Eu só queria que ela ainda estivesse aqui...?, disse Harding ao jornal.


Mãe que queria parto humanizado morre após fazer uma cesárea

Fonte: Extra