Mãe vai lavar roupa e fogo mata seus três filhos; pai também saiu queimado

Mulher está em estado de choque. Pai teve 70% do corpo queimado. Vela pode ter causado o incêndio

Por volta das 22h de quinta-feira, quando a dona de casa Elizabeth Alves Batista, de 25 anos, foi à casa da tia, no Jardim São Francisco, região de São Mateus, na Zona Leste, para recolher as roupas dela e dos filhos que havia deixado no varal. Como morava num casebre de dois cômodos e sem quintal, ela lavava e estendia as roupas na residência da tia.

De lá, ela viu a fumaça do incêndio que matou os três filhos dela, Guilherme, de 7 anos, Caio, de 5, e Rebeca, de 4 anos, além de provocar queimaduras em mais de 70% no corpo do marido, o ajudante geral Hélio Vinícius Rodrigues, de 25 anos, que está internado em estado gravíssimo.

Segundo testemunhas, Hélio ainda tentou salvar a vida dos filhos. ?Mas o fogo subiu para o todo o corpo dele e ele acabou se jogando da janela?, contou Josefa de Jesus, 45 anos, vizinha da casa incendiada.

Os peritos ainda não sabem com certeza o que causou o fogo. A principal suspeita recai sobre uma vela acesa. No momento do incêndio, a região estava com o fornecimento de luz suspenso .

DNA SEM PLANTÃO/ A família morava na casa havia um mês. Antes, vivia numa ocupação, que foi desapropriada. ?Eles recebiam uma bolsa moradia de R$ 300 da Prefeitura e decidiram pagar R$ 200 de aluguel na casa que pegou fogo?, disse Maria de Fátima Alves Batista, de 45 anos, avó materna das crianças.

Ela reclama do que considera ser ?lentidão? do IML, que deve liberar os corpos apenas na próxima segunda-feira por causa de exames de identificação os corpos carbonizados.

O diretor do Instituto Médico Legal, Ricardo Kirche Cristofi, afirmou que o trabalho é complexo e foi iniciado ontem, pelo Setor de Antropologia Forense do IML. Segundo a presidente da Associação dos Legistas do Estado de São Paulo, Maria do Rosário Serafim, exames de identificação de corpos carbonizados demoram, em média, 20 dias para ficarem prontos. ?Enquanto não ficarem prontos, os corpos não podem ser liberados?, afirmou.

Fonte: Terra