Mais de R$6 milhões são investidos no sistema penitenciário do Piauí

As medidas têm contribuído para a melhoria das condições de trabalho dos agentes penitenciários, garantindo mais segurança aos servidores.


A Secretaria Estadual da Justiça (Sejus) investiu, nos primeiros cem dias de Governo, mais de R$6 milhões na realização de obras que visam recuperar o sistema penitenciário do Piauí. As intervenções incluem a construção de novos pavilhões, bem como a recuperação de áreas depredadas pelos detentos. As medidas têm contribuído para a melhoria das condições de trabalho dos agentes penitenciários, garantindo mais segurança aos servidores.

De acordo com o secretário estadual da Justiça, Daniel Oliveira, as melhorias são extensivas a todas as unidades prisionais do Estado. Na Casa de Custódia, por exemplo, estão sendo concluídas as obras de dois pavilhões anexos, que vão gerar 160 novas vagas. A unidade também recebeu reforço nas grades, colocação de 2.500 metros de cerca de segurança, além do reforço no sistema elétrico.

“Estamos investindo na expansão e na recuperação das estruturas prisionais, pois sabemos da necessidade do aumento no número de vagas, em virtude do crescente aumento do número de detentos. A aquisição de câmeras e outros recursos tecnológicos também é uma das nossas metas, aliando o setor de inteligência às possibilidades de vigilância oferecidas pelas novas tecnologias”, ressalta Daniel Oliveira.

A Penitenciária Irmão Guido também passa por um processo de reforma, que inclui a ampliação do muro de segurança do pavilhão A, revestimento das paredes em concreto, reforço das grades das celas, aquisição de novas camas, entre outras medidas.

Casa de Detenção de Altos

As obras da Casa de Detenção Provisória de Altos estão em fase final, devendo ser entregue ainda este semestre. A nova unidade prisional do Estado vai garantir a abertura de 136 novas vagas no sistema, contribuindo para a redução da superlotação dos presídios.

“Noventa e cinco por cento da obra foi concluída e os equipamentos já estão sendo montados. Sem dúvidas, é uma obra significativa para a melhoria das condições do sistema penitenciário piauiense. Para a execução da obra estão sendo investidos R$3,2 milhões”, argumenta Daniel Oliveira.

Novas ações

A Secretaria Estadual da Justiça também está realizando várias ações com o intuito de adquirir novos equipamentos de segurança, tais como detectores de metais, portas e cadeiras detectoras e escopetas calibre 12. A construção da nova cadeia pública em Altos, com capacidade para 603 novas vagas, também está em fase de licitação. A obra custará R$16 milhões aos cofres públicos.

Fonte: Ascom